Sexta, 21 Novembro 2014 09:13

Horta escolar de Nova União é parte de projeto de sustentabilidade

Publicado por
Avaliar
(0 Votos)

Sustentabilidade1Diretora Eni explica detalhes da irrigação por gotejamento

A Escola Municipal de Ensino Infantil e Fundamental (EMEIF) Marcos Adriano Issler aderiu ao Programa Escola Sustentável do Ministério da Educação (MEC). As ações já apresentam resultados. Visando o aproveitamento da água da chuva para irrigação, a escola adquiriu caixa d’água plástica de 5.000 litros, calhas, estufa plástica para a horta e mangueiras para gotejamento. O ponto de partida foi no início do ano, quando a escola elaborou o Projeto de Sustentabilidade. Aprovado pelo MEC no mês de setembro, o projeto recebeu a liberação do recurso de R$ 10.000,00 na sequência.

Sustentabilidade2Conjunto calha/caixa d'água

De acordo com Eni Pereira da Silva, diretora da escola, o recurso é destinado à parte física e pedagógica do projeto. A parte física já está concluída com a horta sendo irrigada diariamente. O lado pedagógico da iniciativa contempla a aquisição de material escolar (lápis, canetas, lápis de cor, cadernos e papel sulfite), além de palestras com pessoas da comunidade que já trabalham com sustentabilidade no dia a dia. Os professores darão sequência em sala de aula aos ensinamentos adquiridos com as palestras.

Sustentabilidade3Horta bem irrigada apresenta resultados positivos: as cebolinhas (ao fundo) já estão sendo colhidas 

O que foi feito concretamente?

A escola montou em seu telhado uma grande extensão de calhas para coleta de água da chuva, que é depositada na grande caixa de 5.000 litros. Da caixa, a água já está canalizada para a horta, onde, com a força da gravidade é distribuída aos canteiros por mangueiras de gotejamento. A horta, que ostenta uma eficiente cobertura protetora plástica, já tem algumas hortaliças atingindo o período de produção.

Lado pedagógico

O site http://gestaoescolar.abril.com.br/aprendizagem/projeto-escola-sustentavel-544933.shtml alista alguns tópicos que poderão ser trabalhados em sala de aula. De acordo com o site, “A importância da água para a vida na Terra; O desenvolvimento dos vegetais; A dinâmica da atmosfera terrestre; As transformações químicas; Os tipos de poluição; Os combustíveis renováveis e não renováveis; As cadeias alimentares; Os ciclos do carbono e do nitrogênio; A importância dos aquíferos; (e) O estudo das populações, entre outros” são temas que poderão enriquecer a experiência da comunidade escolar dentro do vasto campo da sustentabilidade.

 

Texto e Fotos: Anfrízio Santana – Jornalista – MTb-SP: 59.957 – (69) 3466-1122 ou 8107-0775 – Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. – Assessoria de Comunicação – Prefeitura Municipal de Nova União – RO