Sexta, 24 Maio 2019 10:45

Nova União introduz peixe da Agricultura Familiar na merenda escolar

Publicado por
Avaliar
(0 Votos)

Peixe-01Prato rico em cores e sabores: comida nutritiva para os estudantes de Rede Municipal de Ensino

É unanimidade entre os nutricionistas que o peixe é rico em proteínas e minerais. Magnésio, ferro, selênio, vitamina A e vitamina E são alguns dos nutrientes encontrados no alimento, que atua como anti-inflamatório, contribui para o bom funcionamento do cérebro, do coração, redução do colesterol LDL, considerado ruim quando está acima dos valores de referência. O peixe também é rico em ômega 3, que, segundo estudos, é benéfico para a parte cognitiva, melhorando o raciocínio e, consequentemente, o aprendizado.

Peixe-02Peixe-03Cozinheira e fila de alunos (foto-1); na foto seguinte, a nutricionista Sueli Souza organiza a mesa de apresentação do cardápio 

É esse alimento nutritivo que a Prefeitura de Nova União, por meio da Secretaria Municipal de Educação, está introduzindo na merenda escolar da Rede Municipal de Ensino. O produto é adquirido da Agricultura Familiar (de uma agroindústria) – com recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) – na forma de filé da variedade Tambaqui. Além do filé também é adquirida a polpa de peixe, o alimento moído de forma mecânica, sem escamas e nem espinhos, com selo de inspeção, atendendo a legislação para produtos de origem animal. Além do peixe, o Município compra da Agricultura Familiar local a mandioca, inhame, batata doce, abóbora, laranja, banana, alface, couve, feijão e polpa de frutas. O leite adquirido vem da Agricultura Familiar de municípios vizinhos, com selo de inspeção, conforme exigência do PNAE.

Peixe-04Peixe-05Secretária Adriana Delbone observa mesa com alimentos e alunos em descontraído clima durante refeição 

Cerca de 1.000 alunos são atendidos diariamente com merenda escolar pela Rede Municipal de Ensino. A alimentação escolar tem o objetivo de promover hábitos alimentares saudáveis. Considerando que o peixe não é muito consumido no dia a dia dos alunos, é importante incentivar o seu consumo entre a classe estudantil. A iniciativa funciona também como educação alimentar no âmbito escolar, auxiliando na escolha de alimentos, com foco do equilíbrio de modo a trazer benefícios para a saúde na faixa etária vivida pelos estudantes. Fato a se destacar é que o conhecimento adquirido agora poderá ser levado pelo aluno por toda a sua vida.

Peixe-06Peixe-07Nestas duas fotos e nas duas seguintes, estudantes tomam a refeição da tarde

De acordo com o Ministério da Saúde, aproximadamente 57,4 milhões de brasileiros possui pelo menos uma doença crônica não transmissível (DNCT). A alimentação equilibrada (em quantidade e qualidade), ligada à prática regular de atividade física, auxilia na prevenção e redução das DNCT’s como diabetes tipo-2, hipertensão arterial e obesidade, doenças que podem ser evitadas ainda na infância. Importante lembrar a grande importância de reduzir o consumo de alimentos industrializados. Biscoitos recheados, refrigerante, açúcar, sal e gordura devem ser consumidos em quantidades mínimas, de forma que a pessoa atinja um padrão de moderação e equilíbrio na alimentação servida diariamente.

Peixe-08Peixe-09

A estreia do peixe

Na tarde desta quinta-feira, 23 de maio, o alimento foi introduzido na alimentação escolar. Acompanhamos o evento gastronômico na Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Manoel Francisco de Oliveira. Cardápio servido: Filé de Tambaqui ao molho, acompanhado de arroz colorido (com cenoura), pirão, salada de alface e, banana, como sobremesa. De forma democrática, a receita foi aprovada pelos alunos e será oferecida duas vezes por mês, entre outras receitas (também nutritivas) que farão parte da merenda escolar das escolas municipais.

Peixe-11Peixe-12Este jornalista e a diretora Thelma também foram convidados a provar das delícias servidas aos alunos: Nota 10!!!

“Estamos oferecendo aos alunos uma alimentação saudável, com cardápio escolar diferenciado, de acordo com orientação do PNAE” – disse Adriana Delbone Haddad, secretária Municipal de Educação.

Peixe-10Peixe-14Mais alunos em refeição (foto-1) e, na foto seguinte, estudantes mostram sua aprovação ao cardápio

“Constatamos uma grande expectativa das crianças em relação à introdução do peixe na merenda escolar e, inclusive nesta semana, de forma não imposta, democraticamente, os alunos escolheram o cardápio que servimos hoje” – observou Telma Isabel dos Santos, diretora da Escola.

“É gratificante a sensação de vitória com o acerto da introdução do peixe na alimentação escolar, pois foi de 90% a aceitabilidade dos alunos em relação ao novo cardápio” – finalizou a nutricionista Sueli Souza.

Peixe-13Equipe que "põe a mão na massa": A nutricionista Sueli Souza e as cozinheiras Selma Maria Teixeira, Elisângela Pereira Gomes e Edgmar Aparecida Neves

De acordo com Adriana Delbone Haddad, o prefeito Adinael de Azevedo não pôde comparecer ao evento devido a compromissos assumidos anteriormente.

 

Texto e Fotos: Anfrízio Santana – Jornalista – MTb-SP: 59.957 – (69) 3466-1122 ou 98107-0775 – Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. – Assessoria de Comunicação – Prefeitura Municipal de Nova União – RO